O Grande Sonho

O dia a dia de três amigos recentes que voltam 12 anos no tempo. O que você faria, nós já estamos fazendo...





Archives:





E-Mail Me

sábado, janeiro 19, 2002

 
Fim de tarde de Sexta feira, fim do expediente, o final de semana promete, o eterno ruído dos automotores, a fumaça e a poluição que castiga qualquer grande capital, gritos, risadas, murmúrios, o calor as vezes insuportável de um típico verão, é Janeiro, a chuva, o Sol, a garoa, o tempo abafado, corpos molhados dentro de um coletivo que mais parece uma lata de sardinha, ai eu penso “- Será que esse povo todo tem realmente que ir pra casa agora, será quer não da pra esperar o trânsito baixar, o calor passar???”. Bom, São Paulo é assim, talvez Nova York também seja, Hong Kong e Marrocos, acho que toda grande capital tem seus pós e contras, as vezes mais contras do que pós, mas eu adoro Sampa e até sinto saudades do cheiro do Tietê e do Pinheiros quando estou a muitos dias longe daqui.
Horário de verão, só vai escurecer lá pras tantas, e isso convida qualquer ser humano sem maiores problemas ou com vários deles a ir dar uma refrescada nas famosas prainhas paulistas, pra quem não sabe, são aqueles barzinhos com mesas e cadeiras na calçada, isso já é tradicional, é fazer o quê, se não temos mar, pelo menos as prainhas nós temos, e na maioria das vezes são bem legais, gente feia junto com gente bonita, é nego que arrota alto, mulher que fala baixo, geralmente o garçom é importado do Ceara, e venhamos e convenhamos, não a melhor garçom que Cearense, os caras levam tão a sério a profissão que chega a dar gosto, cerveja gelada é que não falta em cima da mesa, e pior ou melhor depende do ponto de vista, o pobre diabo esta sempre sorrindo.
Eis então eu aqui, no meu boteco preferido, esperando meus dois colegas de trabalho, grandes amigos, diríamos que não temos muito haver um com o outro, mas enfim, nos damos bem no geral, afinal todos concordam com uma coisa, rir é o melhor remédio.



posted by kbelo_sp at 11:28 da manhã

quinta-feira, janeiro 17, 2002

 
Ficção

posted by kbelo_sp at 1:39 da tarde

 

Powered By Blogger TM